Instruções para envio de exames

 

O propósito da biópsia é obter amostras teciduais adequadas para realizar exames citológicos ou histológicos de qualidade, e direcionar a conduta do clínico ou cirurgião veterinário. No entanto, é necessário obedecer alguns cuidados básicos relacionados á colheita, acondicionamento e envio das amostras teciduais. Estas a princípio devem ter o máximo de representatividade.

 

No caso de excisão de grandes formações, em que o envio de toda a peça cirúrgica é difícil, preconiza-se selecionar múltiplos fragmentos de regiões diversas. Representando, inclusive, regiões de transição entre tecido hígido e a lesão e/ou tumoração de interesse. Este procedimento possibilita o estudo do comportamento biológico de algumas neoplasias malignas, quanto á capacidade de infiltração. E também permite uma avaliação das margens cirúrgicas, indicando assim o provável prognóstico. Em casos de lesões múltiplas deve-se, preferencialmente, acondicionar as amostras teciduais em frascos diferentes, descrevendo suas respectivas localizações.

 

A informação dos dados referentes ao animal, assim como uma história clínica pertinente é de extrema importância para o patologista veterinário, salientando inclusive alguns aspectos macroscópicos e biológicos da lesão, como dimensões, coloração, morfologia e tempo de evolução. Resultados de exames complementares ( radiográficos, untrassonográficos, laboratoriais e etc ) também são de grande utilidade.

 

Histopet - Patologia Veterinária             Horário de funcionamento: Seg a Sex das 08:00 ás 18:00 e Sáb das 09:00 a 12:00

 

                                                                                       © Copyright 2018. www.histopet.com.br